(...) “Se eu morrer muito novo, oiçam isto:

Nunca fui senão uma criança que brincava.

Fui gentil como o Sol e a Água,

De uma religião Universal que só os homens não têm.

Fui feliz porque não perdi coisa nenhuma,

Nem procurei achar nada,

Nem achei que houvesse mais explicação

Que a palavra explicação não ter sentido nenhum”. (...)

F.P. Alberto Caeiro




BlogZine..... Poemas, Devaneios e Contos...


"Há uma coisa tão inevitável quanto a morte: a vida."



...E na osmose que ocorre entre a Divindade e o seguidor, nasce a mosca Varejeira que possou em todo Amor!



“Ou eu encanto a vida
Ou desencanto a morte...

"Todos somos fanáticos para tanto basta que alguém arranhe uma de nossas crenças. "

AMORAL ARNARKIKO PUNK DRUNK ANT TUDO

A felicidade é minha fantasia favorita!




...Fodam-se! Enquanto podem





NO PROFIT!

"O Céu é meu teto; a Terra é minha pátria e a Liberdade é minha religião"



Caso encontre algum erro, aprenda com ele!





"Viver para o nada! ...e negar! a vida

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

DADA

...e como diz o Alcorão:

Quem não chora não mama...

Take easy my brother!

Não compre plante!

E seguindo a sabedoria milenar

Vou Malandrear de Cabedelo a Taperoá!

Possuído por uma ginga Cigana

Em Souza vivi no Beco das Muié Dama!

Mei de feira é lugar de Morena trigueira!

O coronel ficou pinel quando perdeu a

Amor do sargento Pincel!

No versículo, II Reis, 6:16 , você vai encontrar:

(...) “Antes da planta nascer, quase que vi o meu fim
Ela se dizia incorporada, com um tal de seu coisa
ruim...

E depois pegava o meu prato de boia, jogava tudo
dentro do ralo...
Quando eu reclamava ela dizia assim "quero muito
respeito com o meu cavalo" (...)

...E quando tudo esta perdido a inesperada

Força do Inimigo!

Estava tudo planejado! Quando por um tira fui varado!

Aníbal é lá do Amazonas desde menino doma Anaconda!

No Coreto em Princesa Izabel ainda criança tive a primeira visagi

De meu filho Gabriel aos doze anos de idade já conhecia

Sua face.

Nenhum comentário:

Postar um comentário