(...) “Se eu morrer muito novo, oiçam isto:

Nunca fui senão uma criança que brincava.

Fui gentil como o Sol e a Água,

De uma religião Universal que só os homens não têm.

Fui feliz porque não perdi coisa nenhuma,

Nem procurei achar nada,

Nem achei que houvesse mais explicação

Que a palavra explicação não ter sentido nenhum”. (...)

F.P. Alberto Caeiro




BlogZine..... Poemas, Devaneios e Contos...


"Há uma coisa tão inevitável quanto a morte: a vida."



...E na osmose que ocorre entre a Divindade e o seguidor, nasce a mosca Varejeira que possou em todo Amor!



“Ou eu encanto a vida
Ou desencanto a morte...

"Todos somos fanáticos para tanto basta que alguém arranhe uma de nossas crenças. "

AMORAL ARNARKIKO PUNK DRUNK ANT TUDO

A felicidade é minha fantasia favorita!




...Fodam-se! Enquanto podem





NO PROFIT!

"O Céu é meu teto; a Terra é minha pátria e a Liberdade é minha religião"



Caso encontre algum erro, aprenda com ele!





"Viver para o nada! ...e negar! a vida

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

TUIG


Estou na Legião que ficou por ai...
Você pode me sentir no alivio do asco que todos sentiam por min! Veja-me nos céus incandescente como astros decadentes.
Ao som dos sonhos destroçados compro pães e cigarros...
E na pantomima de eventos funestos vem na minha cabeça o estranho desejo por teus beijos!
Nas suas melodias: Amor, traições & fantasias! Juntos em uma Alquimia, doses de ant-magia!
Sabe o que me causa horror? É saber que o desgosto que sinto é proporcional ao meu amor! E por falar nesta massa gigantesca vem aos olhos lagrimas de tanta tristeza!
Como se n bastasse o peso do fracasso, agora tenho nas recordações meu calvário.
Seu corpo é um templo que Jaz no altar de minhas lembranças! Nossos momentos e segredos outrora ocultos do mundo inteiro hoje são pichações de banheiro.
E no bar local sagrado que jurei te amar brindo as novas dores que hão de chegar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário